6
Mar , 2017

Deixo assim ficar subentendido


Categoria: Nosso Infinito
Me mantenho aqui esperando o próximo momento de encontro ao acaso.

Subentendido em um olhar. Subentendido em uma respiração. Subentendido na forma de estar entendido. Me sucumbo a vontade de não perguntar a você. Me escondo na vontade de colocar todas as “cartas na mesa”. Sou uma medrosa, cheia de vontade de um dia você perceba. Devaneios a parte, talvez esse dia não aconteça. Vontades delirantes de alguns poucos contatos, vontade de saber mais, conhecer mais e até ajudar mais. Tenho essa necessidade patológica de saber de tudo, conhecer tudo e ajudar em tudo que posso. Me intriga não saber o que passa. Respeito, entendo e compartilho de que eu não deva saber mesmo. Inevitável, todas as vezes que fica escondido, eu tenho uma vontade imensa de ser direta com você e perguntar. Quer conversar?


Infelizmente, ou felizmente toda essa minha vontade se esvai em palavras da minha mente. Porque é difícil formular uma frase coerente quando você fala comigo, acredite. Não consigo transcender das piadas e histórias engraçadas. Quando na verdade, tudo que quero é falar a verdade.


Aquela que ainda é subjetiva na minha mente, e que eu daria tudo pra ter coragem de falar. E todas as vezes que eu crio mil teorias na minha cabeça sobre o que poderia, o que pode e o que não aconteceu entre a gente. Mas nenhuma delas adianta. Quando apesar de tudo, e, contudo um impulso diz que eu devo esquecer esse e-mail sem nome, lenço nem documento. E assumir a identidade. Algo me diz que você precisa de uma conversa, algo me diz que eu poderia te ouvir. Esse algo repete tantas coisas que fica difícil encontrar a clareza dentro delas. Me mantenho aqui esperando próximo momento de encontro ao acaso (ou nem tão acaso assim). Próximo momento que eu possa te fazer uma piada, ouvir seu sorriso. E não me sentir tão de mãos atadas. Quando a minha vontade na verdade é de falar. Já teve vontade de mandar o subentendido para o espaço? 



Nathalie Maia


Jornalista, produtora e social media - Seja bem-vindo ao nosso infinito!

Saiba +

Gostou? Deixe seu Comentário

Nathalie Maia


Jornalista por formação e contadora de histórias por vocação. São raros os dias em que um bom enredo não passa na sua cabeça. Apaixonada por um bom roteiro, de fi...

Saiba +

Facebook

Instagram