23
Abr , 2017

As estações do amor


Categoria: Textos
Da primeira ao inverno - eu te esperei chegar

Era primavera quando eu te encontrei, era meio tímido, mas bastante decidido quando conversamos a primeira vez. Foi entre um happy-hour do trabalho e um processo difícil no escritório. Eu lembro quando te vi naquele camisa polo azul royal, mas era sábado e você não precisa ir trabalhar no modo formal. Sentamos no jardim botânico, agora já era domingo e tudo estava tão lindo, foi retirando uma flor que você me beijou, e eu tinha certeza que a primavera ali se alojou.


No verão foi difícil não sofrer, é bem verdade que eu não gosto dessa estação que me faz escorrer. E você todo largado, já tinha planejado férias e um Carnaval com os amigos lá do outro lado. Chorei bastante, entre uma garrafa de cerveja, um copo de chopp e no ombro das minhas amigas. O sol de fevereiro aparecia por inteiro, e meu telefone tocava e eu já não queria mais nada. Ouvir sua voz era terrível, e eu que não queria me apaixonar, agora me considerava perdida. Você na micareta me enviando áudios, eu aqui querendo não sentir sua falta. Ah como foi difícil encarar a realidade, uma tarde no netflix, um ar-condicionado e só muito sorvete para me fazer acreditar em tudo que ainda poderia vir pela frente.


Foi no outono quando conversamos sobre nossa intimidade, estava um vento bem gelado e nós dois andávamos lado a lado. Depois de um tempo distantes você me convidou para jantar, pediu minha massa e um vinho que combinasse com aquele ar. Naquela noite te conheci melhor, e contei coisas que achava ser o pior. Você sorriu com meus defeitos e disse que para “tudo daria um jeito. ” Você segurou minha mão e dessa vez eu tinha certeza que tinha definitivamente ganhado o meu coração.


Mas foi no inverno mesmo é que eu me deparei com você batendo na minha porta, com um sorriso, um vinho e uma coberta nas costas. Era a noite mais fria do ano e você dizia que é impossível ficar sozinho com tanto frio lá fora. Comecei a procurar um filme na TV, e você me disse que “Laland” era perfeito para nós, eu sorri e entendi tudo. Enquanto você me pedia em namoro eu perguntei: tem certeza que vai me aguentar mais quatro estações? Você me olhou e respondeu que já era impossível viver sem esse amor. 



Nathalie Maia


Jornalista, produtora e social media - Seja bem-vindo ao nosso infinito!

Saiba +

Gostou? Deixe seu Comentário

Nathalie Maia


Jornalista por formação e contadora de histórias por vocação. São raros os dias em que um bom enredo não passa na sua cabeça. Apaixonada por um bom roteiro, de fi...

Saiba +

Facebook

Instagram